terça-feira, 20 de outubro de 2015

Garota de Lidianópolis com coração transplantado deixa hospital de Londrina

Marcos Zanutto - A princesa Ana Lívia é a prova viva de que a doação de órgãos salva vidas
Foto: Jornal Nosso Dia

Foto: Ivan Maldonado TN Online
Com informações dos sites RIC TV e Jornal BONDE, Após passar quatro dias na UTI e outros 12 em um dos quartos do Hospital Infantil de Londrina, a menina Ana Lívia, de 6 anos, moradora de Lidianópolis, município a 145 km de Londrina, melhorou e recebeu alta na última sexta-feira (16). 
Nesta última internação, a Ana teve uma crise convulsiva de quase uma hora, mas foi liberada pelos médicos sem qualquer sequela perceptível. Ela estava internada desde o dia 30 de setembro. 
Foto: Arquivo pessoal da família
Antes disso, Ana Lívia passou 7 meses internada devido à insuficiência cardíaca grave e um transplante de coração. O transplante aconteceu em junho e foi considerado um sucesso. 

Agora, Ana Lívia volta à rotina dos retornos ambulatoriais semanais para acompanhamento da evolução do pós-transplante. 

Em entrevista ao Jornal Tribuna do Norte, os pais Cristiano Augusto de Castro Santana (funcionário da Agrícola Vassoler de Borrazópolis) e a Natania Renata de Souza Santana, lembrou das dificuldades dos últimos meses. “Foram meses difíceis e de muito sofrimento para todos. Não tínhamos muita escolha a não ser encarar a situação de frente. Mas, graças a Deus, o tratamento foi bem feito pelos médicos e as coisas estão dando certo. Ela está se recuperando muito bem”, afirma. O casal também fez questão de agradecer a família que doou o coração. “Se não fosse isso, ela não estaria aqui”, assinala Cristiano.

Veja um feita pela equipe da TV Tarobá




Histórico 

Foto: Bonde News
Diagnosticada com insuficiência cardíaca grave, a criança recebeu o coração de uma adolescente vítima de atropelamento em Santa Catarina. Ela estava na fila de espera pelo transplante há mais de 3 meses, período que permaneceu internada na UTI do Hospital Infantil, sem nenhum retorno para a casa. 

Ana Lívia teve alta do Hospital Infantil no dia 11 de setembro, quatro meses após o transplante que foi considerado um sucesso. 

O transplante de Ana Luiza foi o primeiro realizado no Hospital Infantil, unidade da Irmandade da Santa Casa de Londrina (ISCAL). Na Instituição, é o 53º transplante cardíaco. Também foi o primeiro transplante cardíaco em criança feito em Londrina e o primeiro do Paraná em 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário