terça-feira, 17 de novembro de 2015

Estádio é evacuado, e amistoso entre Alemanha e Holanda é cancelado

estádio Hannover, Alemanha x Holanda (Foto: Getty Images)Está cancelado o amistoso entre Alemanha e Holanda, que aconteceria nesta terça-feira, às 17h45 (de Brasília), em Hannover. A polícia confirmou que o Niedersachsenstadion foi evacuado por medidas de segurança depois de encontrar uma mala suspeita numa das ruas ao lado da arena e ordenou, através de alto-falantes, que torcedores se afastassem o mais rápido possível - ela falou em "ameaça concreta". 
Muitos membros do governo alemão eram aguardados para assistir ao jogo, inclusive a chanceler Angela Merkel. Seria uma afirmação contra o terrorismo, tema mundial desde os ataques contra Paris na última sexta.

O perfil da seleção alemã afirmou no Twitter que o time se encontra em um "lugar seguro", sem dar mais detalhes. A mensagem do cancelamento da partida chegou enquanto eles já se dirigiam ao estádio, no ônibus oficial da equipe. Os torcedores que já estavam próximos da arena, porém, tiveram de sair andando, sem ter o metrô como opção, também por precaução.
- A segurança é primordial. Há um medo que você terá sempre. Eu confio na polícia e acho que ela tomou a decisão certa. Se uma situação de ameaça existe, então devem ser tomadas essas medidas - disse o prefeito da cidade, Stefan Schostok.

A Alemanha era uma das envolvidas na tragédia de Paris - a seleção disputou o amistoso contra a França enquanto aconteceram os ataques na capital, inclusive um deles na porta do Stade de France. Assustada, toda a delegação passou a noite no estádio e só então seguiu de volta ao seu país.
Cogitou-se o cancelamento do amistoso com a Holanda desde sábado, mas a Federação Alemã (DFB) decidiu seguir com a partida. O vice-presidente da entidade, Reinhard Rauball, explicou que se tratava de um “passo necessário” no domingo.

- A mensagem é clara, nós não seremos intimidados pelo terror. O fato de o jogo contra a Holanda ser mantido apenas dias depois da atrocidade que aconteceu em Paris é um passo necessário. O técnico Joachim Löw e cada jogador prestaram respeito por essa demonstração de solidariedade pelas vítimas e a inteira população francesa – disse em comunicado.

Fonte: GE

Nenhum comentário:

Postar um comentário