sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Giro da Notícia - 13/11/15

O resultado da análise das amostras de água coletadas no Rio Doce, em Minas Gerias, revelou níveis acima das concentrações aceitáveis de metais pesados, como mercúrio, arsênio, ferro e chumbo. As substâncias foram detectadas na lama liberada pelo rompimento das barragens da mineradora Samarco em Mariana. O governo federal multou a empresa em 250 milhões de reais. O número de mortos na tragédia chega a nove.

A Petrobras informou que não vai negociar o plano de vendas de ativos com os funcionários em greve há 15 dias. Até o momento, a produção da empresa foi afetada em 5%. A estatal propôs reajuste salarial de 9,53%. A categoria exige aumento de 18%. Os funcionários também são contra os cortes no orçamento e a venda de ativos da Petrobras.

A Sanepar comunica que na próxima sexta-feira (13), serviços programados pela Copel nas redes de transmissão de energia, entre as 12h e as 18h30, irão afetar equipamentos do sistema de abastecimento do distrito de Tereza Cristina, em Cândido de Abreu. A regularização do abastecimento ocorrerá à noite. A Sanepar orienta a população para que faça o uso consciente da água tratada, priorizando as atividades essenciais, como alimentação e higiene pessoal. O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.

Os investigadores da Aeronáutica encontraram a caixa-preta do jato Cessna que caiu entre Minas Gerais e Goiás na quarta-feira. O acidente matou dois executivos do Bradesco, além do piloto e o copiloto. A aeronave, que saiu de Brasília com destino a São Paulo, perdeu contato com os radares 25 minutos depois de decolar.

O governo do estado terá de apresentar dentro de 20 dias informações à Justiça sobre a viagem de Beto Richa (PSDB) e de seu comitiva a Paris no mês passado. A caminho da Rússia e da China, o governador fez uma parada de 48 horas em Paris, alegando a necessidade de uma escala técnica.
Sem eventos ou compromissos oficiais na França, o governador, a esposa e dois assessores permaneceram no Hotel Napoleón, um cinco estrelas perto do Arco do Triunfo, numa das áreas mais caras da capital. A diária chega a ultrapassar R$ 1 mil por quarto.
A determinação de que o governador apresente as informações é do juiz da 3.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba Roger Vinicius Pires de Camargo Oliveira. Ele reagiu a ação proposta por partidos de esquerda como PSol e PSTU, que alegam a possibilidade de desperdício de dinheiro público na ocasião.
O governo afirmou, quando a notícia foi divulgada, que não havia voos diretos e que a parada em Paris era uma necessidade.

* O delegado de Polícia Civil Agostinho Mussilini Junior perdeu a vida em acidente registrado na BR-373 na noite da última quinta-feira (12). A viatura conduzida pelo policial colidiu frontalmente contra um caminhão no km 200 da rodovia, quase no trevo de Ipiranga (48 km a oeste de Ponta Grossa), por volta das 21h. 
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), chovia intensamente no momento da colisão. Mussilini não resistiu aos ferimentos e morreu antes da chegada do socorro médico. Ele dirigia um Gol de propriedade do Estado do Paraná. O caminhoneiro saiu ileso do acidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário