segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Padre Paulo Cesar de Borrazópolis é intimado a comparecer na Delegacia

O motivo é que um morador alega que durante um temporal parte do telhado da igreja caiu em cima de sua casa, e quer ser indenizado.
O Pároco Paulo Cesar foi intimado para comparecer na Delegacia de Polícia, na tarde desta segunda-feira, 09/11, em Borrazópolis.
O motivo é que um morador que reside ao lado da Igreja Santos Anjos no Jardim Belo Horizonte, quer que a igreja o indenize pelo prejuízo que teve no dia do vendaval, parte do telhado da igreja foi descoberta e com a força do vento caiu em cima da casa deixando toda danificada, o temporal foi mês de setembro.

"Não foi o Temporal que destruiu parte do telhado da minha casa, mas sim a cobertura da Capela Santos Anjos que arrancou e caiu em cima da minha residência, pode observar que nas proximidades não houve outro destelhamento, somente aquele", disse o denunciante.

 "Eu pedi que ele fizesse um orçamento e me trouxesse para que eu pudesse falar com a equipe de finanças. Disse também que a Igreja ajuda as pessoas, no sentido de ser solidária, mas que indenizar algo que acreditamos que a Igreja não tem culpa, porque foi um fenômeno da natureza, fica difícil, o Padre disse também: A Igreja será sempre justa, e jamais vamos fugir a nossa responsabilidade, mas precisamos ressaltar que pagar algo que não cabe a nós, também é uma forma de ser injusto com os fiéis que contribuem para as obras da Igreja. Mas como agora a Justiça vai analisar, ela dirá se teremos ou não que indenizar o morador", finalizou o Padre.  

O Padre e o denunciante foi até a delegacia no horário combinado, mas o delegado não estava, por telefone foi combinou um horário nesta segunda para ambos serem ouvidos.   

"Agora, não foi só essa igreja que houve danos, vários lugares de Borrazópolis foram registrados destelhamentos de casas, árvores caídas em muros e em residências, um antigo barracão de madeira foi derrubada pela força do vento, e a quadra de esportes da Escola Julia Begali foi parcialmente retorcida". 

Agora fica a pergunta no ar.... Quem também vai pagar por tudo isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário