sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Polícia divulga retrato falado de homem acusado de estuprar menina e matar tia em Sarandi

Foto: Divulgação/Polícia Civil
A Polícia Civil divulgou nesta sexta-feira (22) o retrato falado do homem acusado de ter estuprado uma menina de 11 anos e sua tia, de 31, durante um assalto a residência. Após os abusos, o criminoso matou a mulher com a ajuda de dois comparsas. Os crimes foram cometidos na madrugada da última quinta-feira (21), na rua Cerro Azul, em Sarandi (Região Metropolitana de Maringá). 

De acordo com a polícia, o suspeito tem aproximadamente 30 anos e cerca de 1,80 metro. Um detalhe que pode facilitar o reconhecimento do procurado é um piercing na sobrancelha direita. O retrato foi feito na Delegacia da Polícia Federal em Maringá a partir da descrição dada pela menina e sua avó, que também viu o rapaz. 

Os dois comparsas seguem foragidos e são procurados dentro de outras linhas de investigação. 

Os crimes 

Segundo informações da Polícia Militar (PM), o trio invadiu a residência após arrombar uma janela, abusou das duas vítimas e matou a mulher antes de fugir do local levando um tablet e dinheiro. 

Acionada pela criança, a PM foi até o local e constatou que a tia dela estava morta. O corpo da mulher, identificada como Rosimeire Oliveira de Souza, foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) de Maringá. Ela teria sido morta a facadas após entrar em luta corporal com os ladrões. 

A criança abusada foi encaminhada ao Hospital Universitário (HU) e depois passou por exames no IML de Maringá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário