sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

B.O Violência Doméstica e Vias de Fato foram registrados em Borrazópolis

A Equipe da Policia Militar registrou nesta quinta – feira, 05 de fevereiro de 2016, quatro ocorrências em Borrazópolis.

  VIAS DE FATO  Uma briga envolvendo duas pessoas de nome Anderson e Rafael terminou na Delegacia de Borrazópolis, o motivo foi um desacordo comercial e empregatício. 
Tudo começou quando a equipe de serviço durante patrulhamento foi procurada por dois homens, os quais muito exaltados, passaram a relatar que possuem um desacordo comercial feito em data anterior, inclusive vínculo empregatício, sendo que  vieram a se desentender e terminaram por agredir-se mutuamente, trocaram ameaças e esta situação apenas terminou quando um dos homens deixou o local, momento em que o outro homem danificou o carro do mesmo, quebrando o vidro da porta traseira esquerda e causando alguns amassados no teto e danificando o pára-brisa do veículo. Diante dos fatos os envolvidos foram encaminhados para a delegacia de Borrazópolis para das devidas providências.

 LESÃO CORPORAL/ VIOLÊNCIA DOMÉSTICA  Ex-marido perdeu a cabeça e acabou agredindo a ex-mulher com um golpe de faca no pescoço.
A PM de serviço foi solicitado pela equipe médica do Hospital Municipal para dar atendimento a uma mulher que havia sofrido um ferimento de objeto cortante. No Hospital, foi realizado contato com a mulher, a qual relatou que estava cozinhando em sua residência, momento em que seu ex-convivente conhecido como "Cuca", chegou em casa e desferiu um golpe de faca que veio a atingir o pescoço da vítima, a qual foi socorrida por seu genitor e levada para o hospital para cuidados médicos. Diante dos fatos, a equipe realizou buscas e logrou êxito em localizar o autor dos fatos em sua residência, e o mesmo não acatou a voz de prisão e reagiu contra a equipe para que não fosse preso, sendo que foi necessário uso de força para conter sua resistência e foi necessário o uso de algemas. Ele foi encaminhado para a Delegacia para serem tomadas as medidas cabíveis.

 LESÃO CORPORAL/ VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Essa outro ocorrência também foi registrado pela Policia, onde uma mulher que tem deficiência auditiva e da fala, foi agredida por um homem.
A Equipe de serviço foi informado por um vizinho que uma mulher estaria sofrendo agressões dentro de sua residência. No local, foi realizado contato com a mulher, a qual juntamente de seu filho, menor de idade, sendo que este explicou à equipe que sua mãe possui deficiência auditiva e da fala, e disse ainda que o homem,  chegou na residência e passou a agredir a  mulher e tentou asfixiá-la com as mãos, sendo interrompido por seu filho, que também sofreu a mesma tentativa de agressão, porém desvencilhou-se do autor dos fatos e conseguiu pedir ajuda de vizinhos. Diante da situação, e como as vítimas aparentemente não possuíam lesões resultantes das agressões, a representação se fazia necessária para ser realizada a prisão do autor, sendo que foram perguntadas se teriam interesse em representar criminalmente contra o homem, e optaram por decidir posteriormente, deste modo as medidas cabíveis foram tomadas, e as vítimas foram encaminhadas para a residências da genitora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário