quarta-feira, 16 de março de 2016

​Professores de Borrazópolis paralisam atividades na quinta-feira

Foto: Greve do ano passado 2015

A APP-Sindicato realiza na próxima quinta-feira (17), em todo o Paraná, um dia de mobilização dos professores e funcionários da Rede Estadual de Ensino, com paralisação das aulas. Em Borrazópolis, os professores das Escolas Castelo Branco e José de Anchieta também vão se mobilizar nas escolas.

Os manifestantes vão  cobrar do governo do Estado mudança nos contratos de Processo Seletivo Simplificado (PSS), progressões que os servidores afirmam ter direito a receber, dobra de padrão, mudança nos contratos de Processo Seletivo Simplificado (PSS) e pagamento do piso da categoria, e também contra a tentativa de golpe institucional com o objetivo de derrubar um governo eleito nas urnas sem quaisquer provas materiais contra a presidenta Dilma. 

Em relação ao piso no Paraná, o vencimento inicial para professores com formação de nível médio e jornada de 40 horas semanais, já com o o reajuste de janeiro de 2016, é de R$ 1982,05. Aproximadamente 7% a menos do que o piso, de R$ 2.135,64. 


Um dado que gera grande confusão é que, no Paraná, os profissionais concursados devem ter ensino superior completo, ou seja, pertencem ao nível de licenciatura plena e, portanto, tem a remuneração inicial de 2,8 mil. Apear de do valor ser maior do que os R$ 2,1 mil, proporcionalmente ele também está abaixo do piso. 

Confira a tabela de vencimentos, disponível no site da Secretaria de Educação. 

Quanto aos salários dos professores contratados pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS) para fazer, ao longo do mês de fevereiro deste ano, as reposições de conteúdo referente ao ano letivo de 2015, eles estarão disponíveis nesta quarta-feira (16). A medida beneficia cerca de quatro mil profissionais. 


A secretária de Estado da Educação, professora Ana Seres, lembra, ainda, que já foi solicitado às secretárias de Estado competentes um estudo sobre a viabilidade de um cronograma para pagamentos das progressões e promoções para a categoria. "Nossa intenção é equacionar essa situação de maneira escalonada", explicou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário