sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Vale do Ivaí - Instituto Emater apoia ações para o desenvolvimento do turismo rural na Região

Foto: Guia Goioere - www.guiagoioere.net
O Instituto Emater, pertencente à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, e a prefeitura de Lunardelli, com o apoio do programa estadual Pró-Rural, promovem terça-feira (09.08), das 8:00 às 16:00 hs no Salão do Santuário Santa Rita de Cássia em Lunardelli, um Workshop sobre turismo e agricultura familiar do território turístico Vale do Ivaí. O evento reunirá agricultores empreendedores, lideranças e técnicos da região para debater estratégias de organização do setor e de desenvolvimento da produção capazes de contribuir com o crescimento da atividade do turismo rural na região.

A veterinária da Emater em Lunardelli, Liliane da Fonseca, conta que o turismo no espaço rural hoje está consolidado não apenas em seu município como também nos municípios vizinhos. Segundo ela, o próprio Ministério do Turismo reconhece aquela parte do Estado como região Turística, com o nome "Vale do Ivaí de Natureza e Fé".

"Temos 16 circuitos da Caminhada Internacional na Natureza organizados, que envolvem o trabalho de 240 famílias de pequenos produtores e um público participante superior a 5 mil pessoas, que deixam nas comunidades cerca de R$150 mil por ano. Isto, através da compra de serviços de gastronomia, de artesanato e produtos da agroindústria familiar", diz ela. Para a coordenadora estadual do projeto Turismo Rural da Emater, Ivaldete Aparecida Zarpellon, foi a chegada das Caminhadas, em 2007, que ajudaram a impulsionar o turismo rural na região.

RELIGIOSO - Segundo a extensionista da Emater, empreendimentos rurais como os pesque pague, com restaurantes, também estão atraindo muitas pessoas nos finais de semana. "Ainda temos Faxinal, município com mais de 90 cachoeiras catalogadas, onde duas famílias de agricultores, assentados da reforma agrária, já aproveitam a beleza desse recurso natural para receber visitantes em seus sítios. É gente que vai até aquele local para o banho de cachoeira e saborear o prático típico da roça que é servido pelos novos empreendedores".

Lunardelli também tem grande potencial para o desenvolvimento do turismo rural. O negócio pode se apoiar numa outra tradição do município que é o turismo religioso. "Temos o Santuário Santa Rita de Cássia, que recebe mais de 200 mil romeiros todos os anos. Visitantes que chegam, compram serviços e produtos e ajudam a gerar renda e emprego. Com organização, empreendedores do campo também podem aproveitar melhor a presença dos romeiros para vender artesanato, produtos e até serviços de alimentação e hospedagem para incrementar a renda da família. Trabalhos como esse que vamos realizar nesta semana com o workshop contribuem para a busca dessas soluções", conclui.

PROGRAMA - No Workshop, pela manhã, Renato Munhoz, educador do Instituto Colméia, de Apucarana, vai falar sobre uma Experiência de economia solidária que deu certo. À tarde, acontecem as Oficinas Agroindústria artesanal, com a orientação do extensionista da Emater, Simão Ivaszek; O papel da governança na organização municipal e regional, com Manoel Jacó Garcia Gimenes, diretor-presidente da Paraná Turismo; Qualificação do artesanato, com a coordenação de Júlio Cesar Pereira, artesão de Apucarana; Organização de um circuito de turismo religioso, com Rubia Martoni, coordenadora técnica da Rota do Rosário, do Sebrae; e Custo de Produção, a cargo da Joseanair Hermes, assessora regional do projeto Fortalecendo Economia Solidária no Brasil.

Com informações da Repórter da A.E.N do Paraná, Priscila Paganotto

Nenhum comentário:

Postar um comentário