terça-feira, 13 de setembro de 2016

Câmara cassa mandato de Cunha por 450 votos a favor e 10 contra


A Câmara Federal aprovou hoje, por 450 votos favoráveis e somente dez contrários, além de nove abstenções, a cassação do mandato do ex-presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) por quebra de decoro parlamentar, encerrando um processo que durou quase um ano. Cunha foi cassado por mentir à CPI da Petrobras, em março de 2015, quando negou manter contas no exterior. As declarações foram desmentidas pelas investigações da operação Lava Jato e por autoridades da Suíça, que apontaram que ele teria enviado recursos ao exterior desviados da Petrobras através de cobrança de propina de empresas que mantém contratos com a companhia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário