terça-feira, 4 de outubro de 2016

Conta da Sanepar será rosa em outubro

Para lembrar da prevenção do câncer de mama, a empresa também vai iluminar com a cor rosa reservatórios em diversas cidades

Durante o mês de outubro, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) vai mudar sua tradicional conta azul e distribuir cerca de 3 milhões de contas de água e esgoto impressas na cor rosa. Reavisos e outros comunicados também serão dessa cor. O objetivo é lembrar a população sobre a importância da prevenção do câncer de mama.

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. No mês de outubro, em muitas cidades, ocorre a campanha Outubro Rosa, que busca incentivar a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de mama. A Sanepar quer contribuir com essa mobilização e ajudar a mudar esse quadro”, diz o presidente da Companhia, Mounir Chaowiche. A intenção da empresa é atingir 100% dos seus clientes. A conta traz a frase: “Outubro Rosa: previna-se contra o câncer de mama”.

ILUMINAÇÃO - A cor rosa também será utilizada para iluminar alguns dos reservatórios e prédios da Companhia em diversas cidades do Paraná, para chamar a atenção dos moradores para a importância dos exames. Em Curitiba, o prédio do Museu do Saneamento, no Tarumã, e o Reservatório do Alto da XV serão iluminados em rosa. Em, São Mateus do Sul, a Sanepar vai iluminar o Reservatório "Cuia", e em Paranavaí, serão dois reservatórios iluminados: São Jorge e Santos Dumont. O gerente da Sanepar em Paranavaí, Arnaldo Giovani Rech, conta que as empregadas do setor de atendimento ao cliente também estarão vestindo camisetas na cor rosa. Reservatórios em Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Maringá e Umuarama também serão iluminados de rosa.

COPOS D´ÁGUA - Os copos de água tratada que a Sanepar distribui em eventos internos e naqueles em que patrocina ou apoia também terão as informações impressas na cor rosa. “Serão distribuídos mais de 280 mil copos ‘Outubro Rosa’ em eventos esportivos, sociais, ambientais, religiosos, educacionais e promocionais já agendados. Vamos ampliar esse recado sobre o câncer de mama a toda a sociedade porque entendemos que é também papel da Sanepar mobilizar para a saúde”, conta Mounir.

A mobilização do Outubro Rosa começou na década de 90, nos Estados Unidos, tendo como símbolo um laço rosa e chegou a diversas partes do mundo. Existem diversos tipos de câncer de mama, mas a maioria tem chances de cura se descoberto no início e tratado adequadamente. A doença ocorre com a multiplicação anormal e desorganizada de células da mama, que formam um tumor. A previsão do Instituto Nacional do Câncer (INCA) é de 57.960 novos casos da doença em 2016.

Não existe apenas uma causa ou fator de risco para o aparecimento do câncer de mama, mas sabe-se que ele costuma aparecer após os 50 anos e é mais comum em mulheres - apenas 1% dos casos da doença é em homens. A obesidade, o sedentarismo, consumo de álcool, exposição frequente a raios x, uso de contraceptivo, menstruação antes dos 12 anos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter tido filhos ou não amamentar também são questões relacionadas à doença. Histórico de câncer na família e reposição hormonal na menopausa também podem ser fatores ligados ao câncer de mama.

Se há um ou mais fatores de risco, as mulheres precisam ficar atentas. Mas, isso não significa que a mulher terá necessariamente a doença. E mesmo que não exista nenhum fator de risco, é importante fazer o acompanhamento de rotina, com o autoexame das mamas, avaliação ginecológica anual e realização da mamografia anualmente a partir dos 40 anos ou antes, conforme a indicação do médico”, informa a enfermeira do Trabalho Viviane de Camargo, que atua na Sanepar.

Ela explica que as chances de cura para o câncer de mama, quando diagnosticado e tratado ainda em fase inicial, isto é, quando o nódulo é menor que 1 centímetro, chegam a até 95%. Viviane informa, ainda, que tratamentos precoces são menos agressivos e mais curtos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário