domingo, 6 de novembro de 2016

Borrazópolis registra a tentativa de duplo homicídio contra dois jovens

Equipe Policial no Hospital 

Muita gente foi ver o que aconteceu
Dois jovens foram vítimas de uma tentativa de duplo homicídio na noite deste sábado 05/11/16 em Borrazópolis. Segundo informações registradas no Boletim de Ocorrências, "A equipe policial foi acionada informando que havia acontecido disparo de arma de fogo e uma pessoa havia sido atingido. A equipe deslocou até o hospital onde a vítima havia sido socorrido. Ao chegar na unidade de saúde, constataram que eram duas vítimas, a qual foi atingido com dois disparos de arma de fogo, uma na região do rosto e outro no ombro esquerdo; Marcos Paulo Oliveira da Silva, 27 anos, foi atingido na região do nariz lado esquerdo vindo a sair no queixo, já seu irmão Marcelo Cristialisson de Oliveira, 21 anos, foi atingido com um disparo no braço lado esquerdo. Em conversa com as vítimas, estas informaram que foi um comerciante conhecido por “Quick” que desembarcou de um veículo de cor prata, e que ele estava como passageiro. Afirmou ainda que foi em direção dos mesmos e efetuou os disparos. Segundo o jovem Devid dos Santos, afirmou também que estavam no local com seus primos, e caminhavam sentido Colégio Jose de Anchieta à Avenida Paraná e o veículo, vinha sentido contrário, afirma também que o autor primeiramente mirou a arma em direção de seu primo, qual saiu correndo juntamente com seu irmão, após a confirmação do possível autor pelas vítimas a equipe passou a fazer patrulhamento na área central e possíveis local onde o outro poderia ser localizado, porém sem obter êxito. Em seguida foi condicionado os documentes pertinentes ao ocorrido", informou a Polícia Militar.

Devid e seu irmão das inicias W. O, que tem 17 anos (acusados do crime do agente de saúde), conseguiram sair ilesos. O motivo seria provavelmente um arrombamento que tem com o suspeito, os irmãos assassinos, que também são acusados de vários crimes, entre eles o furto de um carro, na semana anterior, do ex-vereador Angelim Boro e foi capotado na saída para Kaloré. O menor confessou o delito, mas continua em liberdade. A Polícia Civil e a PM já foram alertadas que pessoas da comunidade ameaçam fazer justiça com as próprias mãos. Tudo está sendo levado ao conhecimento do poder judiciário e, o que se espera, são providências em prol de uma cidade que está vivendo o temor de ser palco de mais uma tragédia envolvendo os mesmos personagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário