sexta-feira, 4 de novembro de 2016

O preço do gás de cozinha vai aumentar

O motivo é que a partir de agora a Petrobrás vai cobrar as distribuidoras pelo uso de tanques, estoques e infraestrutura que fornece o produto. De acordo com Alexandre Borjaili, presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de Gás, a previsão é de que para o consumidor o acréscimo possa chegar a quatro reais. No Paraná, por exemplo, o preço médio pago no botijão de 13 quilos é R$53,00 reais, dependendo da mudança pode beirar os R$60,00.

Em nota, a Petrobrás explicou que a cobrança é para reduzir os gastos que tem com manutenção e logística, que já deveriam ser pagos pelos que usam os estoques, dutos e tanques da companhia.

A estimativa da estatal era de que o reajuste na botija não passasse dos 20 centavos. Vale lembrar que a lei brasileira garante a liberdade do preço dos derivados de petróleo, dessa forma, no fim cada distribuidora define por quanto repassa cada produto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário