sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Calor aumenta casos de acidentes com animais peçonhentos


Imagem do escorpião capturado na Vila Verde 2
Entre os meses de novembro a março, os mais quentes do ano, não são apenas os termômetros que registram altas. Nesta época do ano, cresce também uma antiga preocupação da população: a “invasão” de animais peçonhentos. Como algumas espécies se reproduzem neste período, os acidentes domésticos com cobras, escorpiões e aranhas se tornam cada vez mais comuns, e em alguns casos, as picadas podem ser até fatais.

Em Borrazópolis aumentou o caso de pessoas que se depararam com esses animais peçonhentos, nos quintais e até mesmo dentro de suas residências. Na semana passada uma moradora do Bairro Patinhos levou um susto quando se deparou com uma cascavel no meio da soja de sua propriedade e alguns dias depois matou algumas cobras já no quintal.  Escorpiões e aranhas também põem medo na população. Porém, ao contrário do que se pode pensar, estes animais não aparecem apenas em áreas rurais. Nas cidades, o aparecimento está fortemente ligado à sujeira produzida. Um caso aconteceu com um morador da Vila Roma que nos informou, quando estava assistindo TV, percebe uma cobra na cozinha de sua casa, o mesmo caso acontece nessa semana na Vila Verde 2, onde em uma residência uma senhora capturou um escorpião já em outra casa foi capturado uma pequena cobra.

O aumento da temperatura e o período de acasalamento são as principais explicações para essa realidade.

Para evitar a aparição dos bichos na vizinhança e em casa, as recomendações básicas ainda são as mais eficazes. Por isso, antes de sair por aí, tenha atenção, principalmente com os membros inferiores. A maioria das picadas de cobras acontece nos pés, pernas e em menor número, nas mãos. "Répteis preferem animais de pequeno porte, porém, ao se sentirem ameaçados atacam as pessoas, mesmo que a vítima nem os tenha visto." O ideal também é sempre checar objetos que podem servir de esconderijo para esses animais que estão bem próximos, como calçados e bolsos de roupas antes de usá-los, entre outras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário