terça-feira, 21 de março de 2017

Membros de Borrazópolis participam de uma reunião sobre a bacia hidrográfica do Rio Ivaí em Ivaiporã


Os vereadores Otair Senes, "Dominado", Wellyngton Jhonis, a Secretária de Educação Cleide Michelim e a diretora do CMEI Irineusa Batista do Prado, Roseli Lanza, participaram na tarde desta terça-feira, 21/03, de um evento do Ministério Público do Paraná, sobre estudos do meio ambiente em torno do Rio Ivaí e a redução do uso de agrotóxicos. evento este realizado na Câmara de Vereadores na cidade de Ivaiporã.

Vários assuntos foram debatidos, entre elas o uso abusivo de agrotóxicos nos limites de rios e moradias. Segundo a Promotora de Justiça de Ivaiporã, Drª: Rosana, "o assunto é delicado mas juntos com prefeitos, vereadores, IAP, emater, escolas, ministério público e demais Ongs e associações, estamos aqui para coibir o uso exagerado de agrotóxicos e juntos cuidar de nossos rios, minas, nascentes e mananciais.
Engenheiros agrônomos, técnicos agropecuários, IAP e Emater, também comentaram sobre  o assunto.
Colaboração das fotos: Vereador Dominado


MP-PR publica na internet a firma cooperação com UFPR para realização de pesquisas em bacias hidrográficas

O Ministério Público do Estado do Paraná firmou termo de cooperação técnica com a Universidade Federal do Paraná para implementar o projeto “Academia Ambiental”, que institui um grupo de trabalho para estudar os danos ambientais nas bacias hidrográficas do estado e promover a conservação da biodiversidade e a preservação ambiental nessas áreas.

De acordo com o termo, o MP-PR fará um levantamento dos procedimentos judiciais e extrajudiciais relacionados a questões ambientais, divididos por bacias hidrográficas. A partir desses dados, serão realizadas atividades técnicas acadêmicas voltadas à identificação dos danos ambientais e à preservação ambiental nas áreas das bacias. A UFPR, segundo o acordo, poderá propor ao MP-PR projetos a serem desenvolvidos conjuntamente, de modo a integrar a atuação acadêmica às demandas judiciais, possibilitando melhor apuração de crimes contra o patrimônio ambiental e resultados mais positivos para a preservação das bacias ambientais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário