quarta-feira, 17 de maio de 2017

Anvisa encontra pelo de rato em marca de pimenta-do-reino moída

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e comercialização em todo o País de uma pimenta-do-reino preta moída fabricada pela empresa Produtos Alheiro Ltda., após encontrar pelo de roedor no tempero.
De acordo com a Anvisa, a empresa recolheu o lote 03 do produto, fabricado em 1º de março de 2016, que tinha prazo de validade até dezembro de 2019. Após o recolhimento voluntário feito pela companhia, a agência proibiu a distribuição e venda do tempero e determinou a retirada de todo o estoque existente no mercado.
Em sua página no Facebook, a Produtos Alheiro informou que o lote está com todas suas unidades recolhidas desde dezembro do ano passado e que está à disposição para esclarecimentos, sugestões e dúvidas. "Prezados Consumidores, Informamos que o produto PIMENTA DO REINO PRETA MOÍDA 7g, Lote 03, Validade: Dezembro de 2019, notificado pela Anvisa, encontra-se com todas as suas unidades recolhidas dos meios comercialização desde DEZEMBRO de 2016. Todos os nossos produtos apresentam laudo de conformidade de acordo com as legislações vigentes e passam por um processo rigoroso de seleção, para garantir aos nossos clientes a qualidade do produto ofertado. 
Encontramos à disposição para esclarecimentos, sugestões e dúvidas.
Agradecemos a preferência.", declarou a empresa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário