sexta-feira, 5 de maio de 2017

Paraná alerta para números alarmantes de intoxicação por medicamentos

Dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que desde 2012 o Paraná já registrou mais de 17 mil casos de intoxicação causada por medicamentos. Apenas no ano passado, o número chega a mais de quatro mil. Mais da metade destes casos ocorre com pessoas entre 20 e 49 anos e pouco mais de 71 por cento das vítimas são mulheres. A Secretaria de Saúde revela, ainda, que mais de cinco mil destes casos ocorreram em virtude de fatores como a má conservação do medicamento e a ingestão de produtos fora do prazo de validade, erros na prescrição ou administração e a automedicação. O uso racional de medicamentos é um conceito onde o paciente recebe todas as informações necessárias para que faça o melhor uso do tratamento recomendado. Para o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, esses dados mostram a necessidade de conscientizar a população sobre o uso racional de medicamentos. A automedicação pode mascarar sintomas ou até mesmo provocar intoxicações graves e é importante que as pessoas saibam como evitar essas situações.  Sintomas considerados mais corriqueiros como dores de cabeça ou garganta dificilmente levam um paciente a uma Unidade de Saúde. Geralmente eles optam por uma farmácia e compram algo que já tenham visto funcionar. Paula Rossignoli, do Departamento de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Saúde, fala, ainda, a respeito do armazenamento inadequado de medicamentos dentro de casa. Em comemoração ao Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos, celebrado nesta sexta-feira, o Conselho Regional de Farmácia vai oferecer à população orientações sobre o uso correto de medicamentos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário