quarta-feira, 26 de julho de 2017

Ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa confessa ter liderado esquema de corrupção no estado

Resultado de imagem para silval barbosa borrazopolis

Segundo informações do site EBC ( Rádio Agência Nacional), o ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, confirmou que comandava um grupo formado na administração pública para obter vantagem indevida.

Silval Barbosa (PMDB), (é nascido em Borrazópolis no ano de 1961, filho de Antônio da Cunha Barbosa e Joana da Cunha Barbosa, foi embora de Borrazópolis em 1977).

O Pedro citado é Pedro Nadaf, secretário-chefe da Casa Civil do governo de Silval. O caso emquestão é a desapropriação do bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá. Segundo as investigações, a desapropriação teria sido usada para desviar R$ 15 milhões.

A confissão ocorreu durante depoimento à juíza Selma Arruda, da Vara Criminal de Cuiabá, nessa terça-feira. De acordo com a juíza, a confissão é um atenuante de pena.

Silval é acusado de fraudar atos de concessão de incentivos fiscais, licitações e cobrança de propina entre os anos de 2010 e 2014, quando era governador de Mato Grosso pelo PMDB.

Silval afirmou que o dinheiro desviado serviu para pagar dívidas de campanha. Perguntado pela Promotora de Justiça Ana Cristina Bardusco, se grupo também obtinha vantagens pessoais, confirmou.

O ex-governador ficou preso por quase dois anos e atualmente cumpre prisão domiciliar. Em abril escreveu uma carta na prisão informando que iria confessar os crimes cometidos durante a gestão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário