quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Trabalhadores receberão até o final de agosto parte do lucro do FGTS

Cerca de 88 milhões de brasileiros receberão um dinheirinho a mais nas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. O método de distribuição dos lucros do FGTS referente ao ano de 2016 foi anunciado nesta quinta-feira (10) pelo presidente Michel Temer e a equipe econômica do governo. Vai funcionar assim: todos os anos, metade dos rendimentos serão devolvidos às contas de FGTS dos trabalhadores conforme o saldo que elas apresentavam até 31 de dezembro do ano anterior.

Para este ano, a estimativa é que os R$ 7,2 bilhões sejam depositados em mais de 247 milhões de contas, independentemente de estarem ativas ou não. E também tem boa notícia para o empregador: a porcentagem de reajuste das distribuições de lucro não incidirá sobre a multa de dispensa sem justa causa. Para o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o Brasil está em processo de recuperação da economia. Já para o presidente Michel Temer, a liberação do FGTS aos trabalhadores é algo sem precedentes.

Os depósitos serão feitos até o dia 31 de agosto. Em 2016, a divisão dos lucros gerou um reajuste de 1,93% à rentabilidade das contas, que somados aos índices anuais de 5,11% que corrigem normalmente o FGTS, chegam ao patamar de 7,14% de rendimento ao ano. Esse percentual supera, por exemplo, o IPCA, o índice de preços ao consumidor amplo, que está em 6,28% e o INPC, o índice nacional de preços ao consumidor, que está em 6,58%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário