terça-feira, 26 de setembro de 2017

Estiagem gera alerta sobre chuva ácida

A Defesa Civil orienta que nesta semana seja evitado o contato com a chuva. As precauções são necessárias devido à formação de substâncias químicas que dão acidez à água da chuva após um período de estiagem, e como passamos por um período de mais de 30 dias sem chuva é necessário cuidados. Dentre os principais responsáveis pelo acúmulo de poluentes estão os incêndios, depois a queima dos combustíveis nos veículos e o lançamento de substâncias por chaminés das indústrias. As substâncias como gás carbônico, monóxido de carbono, partículas de nitrogênio e enxofre liberadas pelo fogo e pela fumaça são lançadas na atmosfera e, por causa do tempo seco, os gases se acumulam. Misturados ao vapor de água, voltam para a terra em forma de chuva, a chamada chuva ácida. A dica é: que população evite tomar banho de chuva. As águas dessa época possuem uma maior incidência de dióxido de carbono (CO2) e em contato com ela pode ocasionar irritação na pele, principalmente em crianças, que possuem uma sensibilidade maior. Fonte: Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário