sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Ex-médico Farah Jorge Farah é encontrado morto

O ex-médico Farah Jorge Farah, de 68 anos, foi encontrado morto em seu apartamento, no começo da tarde desta sexta-feira, 22, quando policiais civis se preparavam para cumprir o mandado de prisão contra ele. Na quinta-feira, 21, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) havia determinado que Farah deveria cumprir na prisão a pena de 14 anos e oito meses a qual havia sido condenado em 2014.

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, um chaveiro foi chamado para abrir a porta da casa do ex-médico quando a ordem de prisão chegou. Ao entrarem, os policiais encontraram Farah deitado na cama, com um corte profundo na perna. Uma equipe médica tentou socorrê-lo, mas ele já havia morrido.

O delegado acredita que Farah usou um bisturi para se matar. Segundo o policial, ele criou um "ritual" para morrer. "Ele colocou uma música sinistra, uma música de terror, coisa estranha, fúnebre. Ele se vestiu com roupas de mulheres, colocou seio, colocou essas coisas, e atentou contra a própria vida. " O corpo do ex-médico foi levado ao Instituto Médico-Legal central.

Farah foi condenado em 2014 a uma pena de reclusão em regime fechado pelo assassinato e esquartejamento de Maria do Carmo Alves, que era sua paciente e amante. Apesar disso, uma decisão de 2007 do Supremo Tribunal Federal (STF) permitiu que ele recorresse em liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário