quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Capela Mortuária do distrito de Jacutinga ganha nome de Padre Osvaldo Campos de Almeida

A Capela que levará o nome do Pe. Osvaldo fica no Distrito de Jacutinga em Ivaiporã 

Em homenagem ao antigo pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes do Distrito de Jacutinga em Ivaiporã, o prefeito Miguel Amaral irá inaugurar na próxima semana, dia 27 de outubro, a nova Capela mortuária do distrito do Jacutinga que passará a se chamar: Capela Mortuária Padre Osvaldo Campos de Almeida, em homenagem ao padre que faleceu no dia 1º de novembro.

Conforme a Lei 2.895 de 16 de novembro de 2016 ficou denominada como Capela Mortuária Padre Osvaldo Campos de Almeida. A obra será inaugurada às 16 horas na Rua Guaiambê, lote 13, quadra 10. Em seguida, as autoridades e convidados seguirão para o Viveiro de Mudas de Café em frente à entrada do Perobão. 

PADRE OSVALDO Osvaldo Campos de Almeida é nascido em Salinas, Minas Gerais, em 20 de julho de 1950. Ele foi ordenado presbítero no dia 01 de janeiro de 1981, foi pároco de Borrazópolis por muitos anos onde desenvolveu um intenso trabalho com a comunidade e prestação de assistência as pessoas menos favorecidas da comunidade. Depois por algum tempo ele administrou a Paróquia Nossa Senhora de Lourdes do Distrito de Jacutinga em Ivaiporã até o seu último dia de vida. Padre Osvaldo se interessou pela política em 1996, quando ele se candidatou a prefeito de Borrazópolis no Partido dos Trabalhadores (PT), neste ano não se elegeu e obteve 1.266 votos. Ele concorreu novamente no ano 2000, não se elegeu novamente e obteve 2.539 votos. Já no ano de 2004, foi a mais acirrada da história, onde Padre Osvaldo vence as eleições com uma diferença de apenas 123 votos, nessa época resgatou em seu primeiro ano de gestão, a credibilidade do município, colocando em ordem e com muita dedicação as finanças do executivo municipal. Em 2008 o atual prefeito Osvaldo Campos venceu novamente a eleição e obteve 3.287 votos da população. Desde então desenvolveu várias ações, programas e obras, que são lembradas até hoje e que contribuíram para o desenvolvimento da cidade de Borrazópolis, transparente, honesto e leal aos seus princípios, o ex-prefeito administrou a cidade por 08 anos, e nesta última eleição, mesmo com a decisão de não manifestar apoio, para nenhum candidato, o seu nome, ainda era lembrado, por conta, do grande número de companheiros fiéis que lhe admiram e respeitam a sua forma de administrar. Texto: Jr. Dias/ Borrazópolis Notícias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário