quarta-feira, 4 de abril de 2018

Vigilância Sanitária de Borrazópolis investiga o mau cheiro que invadiu a cidade nas últimas horas

Investigação da Vigilância descobre o que estava causando mal odor na cidade e outras ações realizadas com apoio complementar da Regional de Saúde


Os borrazopolenses de alguns cantos da cidade estão se perguntando, nas redes sociais, de onde pode vir o mau cheiro que desde ontem, terça-feira, 03, invadiu a cidade.

Reclamações de diversos bairros, entre eles, Vila Verde 2, Bela Vista, região do Calçadão, Cemitério e boa parte do Centro, relataram o problema do mau cheiro que as vezes era insuportável. 

O Portal B.N. manteve contato com o enfermeiro Alexandro que vem atuando no departamento da Vigilância Sanitária do Município de Borrazópolis, onde que nos informou que na data de hoje, dia 04, a equipe da Vigilância Sanitária com o apoio da Regional de Saúde de Apucarana, estiveram apurando as causas exatas do mau cheiro. Onde na zona rural conhecido como Água dos Carpinteiros, na região do Cemitério, foi localizado cerca de 30 montes de palhas de Soja molhadas e estava fermentando, com odor extremamente forte. Após a descoberta do local, foi encontrado o responsável e a equipe da Vigilância Sanitária intimado o proprietário para solucionar o problema em 48 horas.

Outra ação realizada na mesma data foi desenvolvida com apoio complementar dos profissionais que atuam na regional de saúde de Apucarana Nélio que é responsável pelo controle de animais peçonhentos e Passarinho que é o atual coordenador regional de Combate a dengue, segundo informações foram realizadas inspeções em lugares críticos e intimados para limpeza dos terrenos e quintais sujos. Segundo o Enf. Alexandro a intensificação dos trabalhos de prevenção a Dengue se devem pelo alto índice de mosquito e aos municípios vizinhos que estão sofrendo com casos confirmados de dengue, também orienta a população que é proibido o uso deste tipo de adubo nos arredores da cidade conforme previsto no código de postura municipal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário