sábado, 15 de setembro de 2018

Policia Civil de Faxinal cumpre prisão de envolvidos em assassinato em Borrazópolis


Policiais civis de Faxinal sob a coordenação do Delegado Ricardo Mendes de Grandes Rios, juntamente com os investigadores Abel e Fernando Serpe, realizaram na manhã deste sábado (15), da operação Varredura, em Borrazópolis, onde quatro pessoas foram detidas, todas envolvidas no assassinato do João do Santos, o conhecido "Juruna", que foi violentamente agredido, com golpes de facão, no dia 11 de agosto (clica aqui e reveja a matéria). 

Segundo informações publicadas no Blog do Berimbau da Rádio Nova Era, dois dos envolvidos que são irmãos confessaram o crime, ou seja, que mataram a vítima, alegado como motivo o fato do homem ter invadido a casa, em que a mãe residiam, e ter tentando um constrangimento ilegal contra ela; Eles também afirmaram de ter acionado a Polícia Militar de Borrazópolis, sendo que os policiais de plantão não estavam na cidade, por causa estavam em uma outra ocorrência, por isso, a viatura de Cruzmaltina, foi quem atendeu. E logo após os PMs deixarem o local, houve uma nova tentativa de invasão da residência onde moram, por isso, o crime ocorreu, mas que não era a intenção de matar, apenas agiram em defesa da família. 

Também foram detidos mais dois jovens, sendo que um é morador da Rua Piauí, estava no local no dia do crime e é um amigo dos irmãos que confessaram tal ato, "ele" nega a participação e diz que é inocente; Já o outro é um jovem que é namorado da irmã dos rapazes que confessaram o crime, e que esse jovem nega de ter participado do crime em que esta sendo acusado, e que tudo será esclarecido a sua inocência na justiça. Para a Polícia Civil, diz que apesar de, a princípio, eles informar que não promoveram agressões, os mesmos assistiram o crime ser cometido sem nada a fazer em defesa do João do Santos. "Os dois rapazes, não tinham como fazer nada, porque a Polícia não estava na cidade e a equipe de Cruzmaltina já tinha voltado. Foi acionado o 190, mas ninguém apareceu, por isso, eles são inocente", disse um familiar dos acusados respondido ao Blog do Berimbau. Com colaboração - Ronaldo Senes.

Um comentário:

  1. Sou moradora de Borrazopolis a mais de 40 anos, vi os que estao alegando ser inocentes agredir o morador não são inocentes nada eles ajudaram a contribuir para o crime. Qualquer um que perguntar conhece o juruna nunca ouvia se falar nada dele awmpre trabalhou na cana muitos anos nao tinha boca pra nada e acham mesmo que os caras foram sem intenção de matar. A população ta assustada com tamanha brutalidade feita e nao querem se manisfestarestamos assustados com essas pessoas q nem daqui da cidade é meus sentimentos a familia mais que a justica seja feita pois o q fizeram nao tem perdão. Fico indignada ao ver o que fizeram mas Deus é justo

    ResponderExcluir