quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Giro da Notícia - 31/10/18

*- O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) anunciou o período de restrição à pesca de espécies nativas no Paraná, que começa nessa quinta-feira (01.11) e segue até 28 de fevereiro do ano que vem. Todas as espécies nativas do Estado são protegidas, como bagre, dourado, jaú, pintado e lambari. É durante esse período, conhecido como piracema, que a maioria delas se reproduz. A pessoa que for flagrada pescando em desacordo com as restrições determinadas pela portaria será enquadrada na lei de crimes ambientais. A multa é de aproximadamente R$700,00 por pescador e mais de R$20,00 por quilo de peixe pescado. Além disso, os materiais de pesca como varas, redes e embarcações, poderão ser apreendidos pelos fiscais.

*-  Bolsonaro vai criar superministério da Economia. A pasta da Fazenda, do Planejamento e da Indústria e Comércio serão unificadas, sob o comando de Paulo Guedes; governo do presidente eleito pelo PSL também anunciou fusão das áreas de Agricultura e Meio Ambiente.

*-  Juiz federal Sérgio Moro de Curitiba, afirmou ontem que o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para chefiar o Ministério da Justiça ou para integrar o Supremo Tribunal Federal (STF) será objeto de “discussão e reflexão”.

*-  Produtores der uva de Rosário do Ivaí estão contabilizando prejuízos nesta safra. Primeiro a estiagem e depois o granizo ocasionaram prejuízos ao viticultor. Mais de 150 pequenos produtores rurais dependem atualmente da cultura no município.

*-  Operadores de máquinas e responsáveis pela conservação de estradas ruraus de cinco municípios da região participaram de um curso de reciclagem em Apucarana. Treinamento dos trabalhadores contou com aulas teóricas e práticas.

*-  Prefeituras receberam ontem o úlyimo repasse de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O repasse teve uma queda de 7,45% em relação a igual período de 2017, sem contar a inflação. Se computada a inflação de um ano para outro, a queda do FPM nesta terceira parcela do mês é de 11,09%. As constantes baixas têm deixado prefeitos do Vale do Ivaí preocupados, principalmente agora no final de ano.

*-  EUA pediram cessar-fogo no Iémen nos próximos 30 dias. Os secretários de defesa e de Estado do país querem reunir todos os lados para negociar o fim dos ataques aéreos da coalização liderada pela Arábia Saudita. Mais de 6 mil pessoas já morreram na guerra civil no país.

*-  No primeiro compromisso público após ser eleito, Bolsonaro recebe benção de Silas Malafaia. O político do PSL foi à Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na Zona Norte do Rio. Com esquema de segurança reforçado e aos gritos de 'mito', ele subiu ao púlpito e se disse comprometido com os 'valores da família'.

*-  Trump planeja abolir direito à cidadania de filhos de imigrantes ilegais nascidos nos EUA. A afirmação foi feita a um canal de TV, em meio ao deslocamento de centenas de imigrantes para a fronteira com o México. Segundo o presidente, os EUA são o único país do mundo a permitir que um bebê de pais estrangeiros se torne cidadão local, o que, nas palavras dele, é 'ridículo'. No entanto, outras nações como o Brasil e o México têm a mesma possibilidade.

*-  A Sanepar informa que, em função de manutenção na rede pública de energia, programada pela Copel para a quinta-feira (1.º), haverá desabastecimento de água em Faxinal. O serviço, que afetará unidades do sistema produtor, será realizado das 9h45 às 12h50. A distribuição de água deve ser retomada durante a tarde, de forma gradativa, com a normalização total à noite.

*-  TSE afirma que Bolsonaro não pode doar diretamente sobras da campanha presidencial. O Tribunal se posicionou depois que o presidente eleito afirmou, em sua conta no Twitter, que doaria o restante do dinheiro arrecadado com doações individuais para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG) onde ficou internado após ser alvo de um ataque durante a campanha. A Santa Casa de Juiz de Fora e a Federação das Santas Casas não foram comunicadas sobre a doação.

*-  Os proprietários de veículos emplacados no Paraná poderão em breve utilizar os créditos acumulados no Nota Paraná para quitar ou diminuir o valor de IPVA de 2019. O período para transferência dos valores acumulados no programa começa nesta quinta-feira (1º) e se estende até o dia 30. A solicitação pode ser feita pelo portal www.notaparana.pr.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário