terça-feira, 13 de novembro de 2018

Resumo da Sessão da Câmara de Vereadores

A Câmara Municipal de Vereadores de Borrazópolis realizou a sessão ordinária na última segunda-feira, 05 de novembro, a partir das 20h, sob a presidência do vereador Marcelo Pires. Confira o resumo: ATA DE N° 034/2018 - DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BORRAZÓPOLIS. Aos cinco dias do mês de novembro, do ano de dois mil e dezoito, às vinte horas, reuniu-se os vereadores, na Câmara Municipal, em Sessão Ordinária, os quais assinaram livro de presença: Marcelo Pires Rodrigues, Wellyngton Jhonis Valentim, Cesar da Silva Soares, Selma Maria de Oliveira Silva, Otair Aparecido da Silva Senes, João Cândido Ferreira, Rosimar Gonçalves de Cerqueira, Osvaldino Mendes da Silva, e Arnildo Basílio Vieira. No horário regimental, o Senhor Presidente, verificando número legal, deu por aberta a Sessão.
Inicialmente cumprimentou a todos, e colocou a ata da sessão anterior, em discussão, sem manifestação foi posta em votação, sendo votada e aprovada por unanimidade. Na sequencia foi feita a leitura das correspondências recebidas. Após a leitura das correspondências, foi feita a leitura da indicação nº 032/2018 de autoria do vereador Cesar da Silva Soares, a qual indicava que fosse feita instalação de bueiros inteligentes. O Senhor Presidente iria encaminhar a indicação ao Executivo para que fossem tomadas as devidas providências. Passando para ordem do dia, foi encaminhado a Comissão de Justiça e Redação Final, o Projeto de Lei nº 037/2018, o qual dispõe sobre a criação do Diário Oficial Eletrônico do Município de Borrazópolis e dá outras providências. O senhor Presidente disse que era em caráter de urgência e convocou os vereadores para uma Sessão Extraordinária no dia 07/11/2018, as 19:00 (dezenove horas). Passado para explicações pessoais. Fez uso da palavra o vereador Otair Aparecido da Silva Senes, primeiramente cumprimentou a todos e parabenizou os funcionários da ACMARB, pelo belo trabalho que desenvolviam no munícipio. Discorreu sobre o péssimo estado que estavam as estradas rurais do munícipio. Disse que havia morrido um cavalo próximo ao clube Abas larga, e o proprietário teve que pagar horas maquina para fazer a retirada do animal, isso era um absurdo. Disse que tinha ouvido falar que a Prefeitura iria suspender o uso dos maquinários, por falta de recursos. Disse que iria encaminhar um oficio para DER, solicitando que fosse feita manutenções nas rodovias, pois, estavam sem condições de tráfego, disse que nunca havia visto tantos carros quebrados, devido aos buracos da Rodovia. Fez uso da palavra o vereador Rosimar Gonçalves de Cerqueira, primeiramente cumprimentou a todos e referiu –se ao comentário do vereador Otair Aparecido da Silva Senes, o qual havia dito que os maquinários do Município iria parar, disse que não achava correto, pois, os maquinários havia trabalhado muito pouco durante a ano de 2018, devido as chuvas, por isso tinha que aproveitar o final de ano para dar manutenção no que fosse necessário. Parabenizou os funcionários da ACAMARB, pelo belo trabalho que desenvolviam no material Reciclável. Disse que tinha que haver mais campanhas de conscientização para separação dos lixos recicláveis do lixo orgânico. Disse que o projeto da subvenção para ACAMAB, estava nas comissões aguardando algumas documentações, e assim que recebessem já iria para votação. Fez uso da palavra o vereador Osvaldino Mendes da Silva, primeiramente cumprimentou a todos e disse que o trabalho do pessoal da ACAMARB, tinha que ser valorizado, pois, era um belo trabalho que realizavam no município. Disse que era um absurdo o Prefeito para com as manutenções estradas, sendo que o momento de fazer essas manutenções era agora, pois, se deixasse para fazer na hora das colheitas iria ficar muito difícil. Parabenizou o vereador César da Silva Soares pela indicação apresentada na sessão. Disse que estava sendo muito cobrado sobre as documentações do Conjunto Habitacional Vila Santa, e das placas do Conjunto Habitacional Vila Verde II, disse que esperava que o Prefeito fizesse alguma coisa, pois, não estava fazendo nada que os vereadores solicitava. Fez uso da palavra o vereador Cesar da Silva Soares, primeiramente cumprimentou a todos e discorreu sobre a indicação de sua autoria. Disse que a população tinha que se conscientizar e separar os lixo orgânico do reciclável. Disse que o Prefeito estava de brincadeira, em parar os maquinários nesse período, pois, a população iria ficar cobrando os vereadores, e os agricultores precisavam que fosse feitas a manutenção das estradas imediatamente, pois, já estava próximo das plantações e colheitas. Fez uso da palavra o vereador Arnildo Basílio Vieira, primeiramente cumprimentou a todos e parabenizou a indicação apresentada pelo vereador Cesar da Silva Soares. Disse que o Projeto de Subvenção para ACAMAB estava em estudo, e não tinha sido colocado em pauta por falta de documentações e assim que as documentações estiverem em mãos, o Projeto iria ser votado, disse que iria solicitar mais algumas informações, uma delas seria informar a Câmara qual era a função do Senhor Paulo Silvio do Prado. Disse que estava sendo discutido o gasto com a cozinheira do pessoal da reciclagem, pois, era um gasto de doze mil reais, por ano, e teria que ver a possibilidade de deslocar um funcionário da ACAMAB, para fazer a comida, para diminuir esse gasto. Fez uso da palavra à vereadora Selma Maria da Silva Oliveira, primeiramente cumprimentou a todos e disse que iria encaminhar um oficio para o Secretario de Obras, para instalação da placa para deficientes físicos, na Escola Municipal Dom Bosco, pois, já tinha a placa e só faltava a instalação. Discorreu sobre a possibilidade da doação dos uniformes escolares para 2019, para os alunos do ensino fundamental das Escolares Municipais, e discorreu também sobre a possibilidade de fazer um projeto de Lei, para pagamento da taxa mínima de água. Disse os objetos perigosos tinham que ser embalados para por no lixo, para evitar que os funcionários se ferissem, parabenizou os funcionários da ACAMAB, pelo belo trabalho que realizavam no município. Fez uso da palavra o vereador João Cândido Ferreira, primeiramente cumprimentou a todos e exaltou o trabalho que o senhor Cido Bispo que realizava na reciclagem, disse que estava a disposição da ACAMARB. Disse que a agricultura estava um descaso, as estradas em péssimo estado, tinham lugar que nem ônibus estava passando, disse que uma agente saúde havia estourado o motor do carro, fazendo as visitas no Bairro Santa Terezinha. Parabenizou o vereador Cesar da Silva Soares, pela indicação apresentada e disse que esperava que o Prefeito atendesse, pois, o prefeito estava deixando a desejar. Disse que tinha pessoas ligadas ao Executivo fazendo fossas na calçada, e pelo Plano Diretor do Munícipio isso era proibido, mas como eram chegados do Prefeito estavam fazendo, disse que havia dito para os munícipes que estava reclamando disso, que fizessem também, disse que como vereador ele não poderia falar isso, mas se os chegados do Prefeito estavam fazendo, ele não poderia fazer nada. O vereador Otair Aparecido da Silva Senes, disse que pelas normas da Sanepar poderia fazer fossa na calçada. O vereador João Cândido Ferreira disse que quem, mandava no município não era a Sanepar e sim o Executivo. Fez uso da palavra o vereador Wellyngton Jhonis Valentim, primeiramente cumprimentou a todos e parabenizou o trabalho da ACAMAB no município, e se colocou a disposição da Associação. Disse que os vereadores estavam fazendo seus trabalhos, pois, cobravam o Executivo, mas infelizmente o Executivo não estava atendo as reivindicações dos vereadores. Disse que no primeiro mandato do Prefeito atual ele havia feito um trabalho muito importante no município, mas o segundo mandato ele não estava conseguindo nem dar andamento nas obras do primeiro mandato, disse que havia muitas reclamações, como, estradas rurais e saúde, e os moradores da área rural estavam revoltados, pois, em época de Campanha o Prefeito havia prometido. O vereador disse que não sabia que os maquinários iriam parar, e lamentou a situação. Disse que havia recebido uma ligação de um munícipe que se chamava José Simão, que morava no Bairro Laranja Doce, que estava muito nervoso dizendo que havia sido mal atendido pelo médico, o vereador disse que havia entrado em contado com o Secretário da Saúde e o Secretário havia dito que era um medico da cidade de Maringá, Dr. Marcelo, que estava cobrindo férias de outro médico e que realmente estava tendo muitas reclamações desse Médico, mas o Secretário iria tomar as devidas providencias. Parabenizou a equipe Médica e enfermeiras do Município que mesmo sem estrutura, realizavam um belo trabalho na saúde, e agradeceu funcionários do hospital, pelo atendimento que havia dado ao seu pai. Convidou a todos para um evento que a empresa João Valentim Evento, iria realizar na Praça da Republica, no dia 11/11/2018, em comemoração aos 28 anos da empresa João Valentim Eventos, com varias atrações. O Senhor Presidente explicou a todos com funcionava as tramitações dos Projetos de Leis, fez suas considerações finais, agradeceu a presença de todos e encerrou sessão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário