Procure a matéria - Aqui

SLIDES

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Cantor Paraná, da dupla com Chico Rey é preso

O cantor sertanejo José Cláudio Gomes, de 62 anos, conhecido como Paraná, da antiga dupla Chico Rey e Paraná, foi preso em flagrante pela Polícia Federal na tarde desta quinta-feira (24) no Aeroporto Internacional de Brasília. Ele estava com um acessório de uso restrito para armas: uma luneta de visão noturna usada em rifles.

O cantor alegou que usaria o acessório para caça de animais. 

Paraná foi levado por agentes da PF diretamente para a Superintendência Regional da Polícia Federal, no Setor Policial Sul, onde permanece à disposição da Justiça. Ele passou pelo delegado de plantão e foi autuado. Em seguida, foi encaminhado para a cela.


O cantor foi liberado horas depois da prisão, após a publicação desta reportagem, porque a PF não conseguiria fazer o laudo no acessório ainda nesta quinta. Sem materialidade, não foi possível manter a prisão em flagrante. Paraná irá, portanto, responder em liberdade. 

De acordo com a Lei 10826/03, artigo 18, é crime de tráfico internacional de arma de fogo "importar, exportar, favorecer a entrada ou saída do território nacional, a qualquer título, de arma de fogo, acessório ou munição, sem autorização da autoridade competente:" A pena varia de 4 a 8 anos e multa.

Se condenado, Paraná pode ter a pena aumentada porque o artigo 19 da mesma lei diz que "se a arma de fogo, acessório ou munição forem de uso proibido ou restrito" a pena aumenta.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Paraná, mas ainda não obteve resposta. Após às 18h, a defesa de Paraná enviou a seguinte nota: 

"Ao ser indagado quanto a um item presente em sua bagagem pessoal, o senhor José Claudio prontamente prestou todos os esclarecimentos às autoridades competentes, encontrando-se em liberdade e à disposição das mesmas para eventuais questionamentos". O texto é assinado pelo advogado Diego de Rossi Alves. Por R7.

Nenhum comentário:

Postar um comentário