segunda-feira, 25 de março de 2019

Temer e Moreira Franco deixa prisão em sede da PF no Rio de Janeiro

O desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região Antonio Ivan Athié determinou a soltura imediata do ex-presidente Michel Temer, do ex-ministro Moreira Franco, outros seis presos na operação Descontaminação, deflagrada na última quinta-feira (21). Athié, que é relator do caso no TRF 2, havia sinalizado inicialmente que levaria os pedidos de liberdade para julgamento colegiado com mais dois desembargadores, em sessão marcada para esta quarta-feira (27).

Mas, após analisar o caso no fim de semana, concluiu que as prisões afrontavam garantias constitucionais e que não se justificava aguardar mais dois dias para decisão. As prisões foram determinadas pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, que julga os processos relacionados à Lava Jato no Rio de Janeiro.

Na decisão, o magistrado afirma que não é contra a operação Lava Jato, mas refutou os argumentos que fundamentaram as prisões preventivas. O ex-presidente foi preso junto com o ex-ministro e outros acusados de integrar uma quadrilha que cometeu crimes de corrupção relacionados à construção da Usina Nuclear Angra 3.

 Ao todo, 10 pessoas foram alvos de mandados de prisão, sendo 8 preventivos e dois temporários. As prisões temporárias dos empresários Carlos Jorge Zimmermann e Rodrigo Castro Neves, foram revogadas durante o plantão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região. Por EBC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário