terça-feira, 30 de abril de 2019

Abdicação do imperador do Japão

Após 30 anos e cinco meses, o reinado do imperador japonês, Akihito, de 85 anos, chegou ao fim. Ele abdica ao trono a favor de seu filho mais velho, o príncipe herdeiro Naruhito. Assim, a partir amanhã, 1º de maio, o Japão entra numa nova era imperial chamada "Reiwa" ("bela harmonia"), após três décadas da era Heisei ("realização da paz").

 Em cerimônia no Palácio Imperial de Tóquio, ele agradeceu ao país pelo amor durante os 30 anos de reinado e pediu paz ao mundo

É a primeira vez em dois séculos que um imperador japonês deixa sua função ainda vivo, graças a uma lei aprovada sob medida para Akihito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário