segunda-feira, 29 de abril de 2019

Delegado Dr Ricardo Mendes de Faxinal reponde familiares de presos após limpeza na cadeia pública



Familiares de presos, da Cadeia Pública de Faxinal, estão reclamando que, após uma varredura feita no presídio (Bate Grade), com apoio do SOE, os detentos ficaram sem suas roupas, cobertores, ventiladores, mantimentos e medicamentos. Segundo informações o Blogueiro e Repórter Berimbau entrou em contato com o Delegado Dr. Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, o qual informou que a indisciplina dos presos é que levou a estas medidas, principalmente após tentativa de fuga onde cerca de quatro presos serraram a grade do solário e aproveitaram a movimentação do dia de visitas para ganhar a liberdade forçada. 


"Os presos precisam saber quem é manda aqui; e quem manda, sou eu. A Polícia Civil faz uma concessão deixando entrar alguns objetos, como ventiladores, rádios e outros, e eles se aproveitam desta situação, para esconder celulares, drogas e outros objetos que podem ser utilizados em fugas", disse o delegado ao repórter Ronaldo Senes. 

"Esses objetos foram todos retirados, vamos fazer uma vistoria em cada um deles, não tendo nada irregular, serão devolvidos aos detentos, mas a família pode ficar tranquila que não tem ninguém passando mal lá dentro", salientou. Ricardo afirmou ainda que o juiz e o promotor estiveram na carceragem e já observaram que não há nenhum tratamento desumano e sim medidas necessárias para evitar fugas. 

"A operação decorreu da própria conduta dos detentos. Eles ficam batendo nas grades, criando problemas, se continuar essa postura, a gente vai determinando novas medidas", finalizou o delegado. Ouça a entrevista com o Delegado ao repórter Berimbau no link de vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário