quarta-feira, 24 de julho de 2019

Após polêmica prefeito revoga decreto que impedia prefeitura de coletar galhos e entulhos


O Prefeito de Borrazópolis, Adilson Luchetti, o "Didi", decidiu revogar nesta quarta-feira, dia 24 de julho de 2019, o decreto municipal de número 039/2019-22/2011, rezando que, a partir do dia 15 de julho, de 2019, não haveria mais o recolhimento de entulhos - como galhos, gramas, eletrônicos, bens inservíveis (por exemplo, sofás, roupeiros e armários), resíduos de construção civil ou qualquer tipo de descarte.

A partir de agora a coleta de lixo e demais materiais descartados pelo cidadão, volta a seguir normalmente.

Esse decreto gerou muita polêmica entre os munícipes até os vereadores Cesar do Posto, Bazuca, Dominado e Wellyngton Jhonis estiveram reunidos na tarde de hoje, oficializando um oficio ao executivo, para que fosse revogado o decreto municipal.

Segundo o prefeito "Didi", quando sua equipe fez a publicação do novo decreto, ele ainda estava em férias e era preciso observar alguns pontos, para que a população assumisse responsabilidades, mas não fosse penalizada e nem gerasse um problema de saúde pública com o aumento de descarte de materiais em beira de rodovia e proximidades da cidade.

Ele também diz ter buscado informações, se em casos específicos, como o de Borrazópolis, a prefeitura poderia continuar prestando este tipo de serviço aos moradores, sem infringir a lei de responsabilidade fiscal. Por fim, "Didi", ressaltou que a decisão foi tomada, após uma reunião e concordância unânime de toda sua equipe de governo, aos quais ele parabenizou pelo empenho e dedicação. Por isso, os moradores do perímetro urbano, podem continua seguindo o calendário que foi colocado em prática desde o início do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário