quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Crianças a partir dos seis meses devem ser vacinadas contra o sarampo

O Ministério da Saúde orienta que crianças entre seis e onze meses de idade devem receber a dose zero da vacina contra o sarampo. Além desta dose, as crianças receberão mais duas, uma aos doze meses e outra com 15 meses de vida. Esta é uma atualização do esquema vacinal, que antes previa a vacina contra o sarampo só a partir de 12 meses de vida. De acordo com o ministério, a inclusão deste grupo para vacinação acontece porque se trata de uma população vulnerável e com riscos de complicações sérias por conta doença. No Paraná, dois casos da doença foram confirmados na Região Metropolitana de Curitiba e estão sendo monitorados pela secretaria, em pacientes que estiveram recentemente em São Paulo, onde a doença já tem vários casos registrados. Em todo o Brasil, 11 estados já tiveram casos confirmados de sarampo. A vacina contra o sarampo está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde e faz parte do Calendário Nacional de Vacinação. Para receber a dose basta levar um documento com foto e a carteira de vacinação, caso tenha. A população com até 29 anos deve receber duas doses da vacina. Para as que estão no grupo com idade entre 30 e 49 anos basta ter o registro de uma dose para serem consideradas vacinadas. Acima dos 50 anos, a vacina é indicada apenas nos casos de bloqueio vacinal, depois da exposição a casos de suspeita da doença ou confirmados. Pessoas imunodeprimidas, mulheres grávidas e menores de seis meses de idade não devem tomar a vacina. Profissionais da área da saúde devem ser imunizados, independente da idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário