Procure a matéria - Aqui

SLIDES

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Aluna participante do Cooperjovem pela Cocari é autora de redação premiada



A aluna Emily Ferrari de Oliveira, 4º ano B, da Escola Municipal Walter Antunes Pereira, é uma das participantes do Programa Cooperjovem pela Cocari, em Mandaguari, e teve sua redação “A Fábula da Cooperação” premiada na categoria que avalia textos de alunos do 4° e 5° ano do ensino fundamental. A iniciativa insere o cooperativismo no currículo escolar, difundindo princípios e valores da cooperação. O tema da edição deste ano foi “Por que o Programa Cooperjovem merece o Oscar da Educação?”. 

Premiação - Os três alunos vencedores de cada categoria foram premiados nesta quarta (4) e quinta-feira (5), no Sesc Caiobá, com uma programação especial para estudantes e professores. Acompanhada de representantes da escola, familiares e integrantes da Cocari, Emily desfrutou da viagem de premiação.

Categorias - Neste ano, o programa contou com 20 cooperativas paranaenses parceiras. A lista dos alunos vencedores foi divulgada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop/PR) no dia 30 de julho. Ao todo, 56 redações foram inscritas na primeira categoria (alunos do 4° e 5° ano do ensino fundamental) e 18 redações na segunda categoria (estudantes do 6° ao 9° ano do ensino fundamental).

Cooperjovem - O Cooperjovem conta com a atuação dos professores que têm papel fundamental para a realização do projeto. Na sala de aula, são eles que levam o cooperativismo até os alunos, fazendo com que compreendam a importância de conceitos inerentes ao cooperativismo, como: trabalho em equipe, solidariedade, autonomia e responsabilidade.


“Eu me sinto muito surpresa e feliz, mas a melhor parte do Cooperjovem é poder ajudar a mudar o mundo”. Emily Ferrari de Oliveira.


Confira a redação vencedora:

A Fábula da Cooperação
Num dia de sol, na colmeia as abelhas estavam tendo o maior trabalho para fazer seu mel.
Logo à tarde, no formigueiro, as formigas estavam saindo para pegar folhas para o jantar e encontraram as suas amigas abelhas.
Uma formiga falou:
– Vocês estão pegando néctar?
– Sim, claro.
– Quer ajudar? Disse a formiga.
Muito alegres, as abelhas aceitaram a ajuda das formigas.
E o trabalho ficou bem mais fácil com a cooperação de todos.
À noite na colmeia, que também estava cheia de formigas, os insetos perceberam que tinha um passarinho precisando de ajuda.
A abelha, então, levou um pouco de mel para o passarinho que estava com as asinhas encharcadas e com a garganta seca.
O passarinho agradeceu:
– Obrigado por me dar um pouco de mel…
A abelha respondeu:
– Não precisa agradecer.
Essa fábula teve um final feliz porque um cooperou com o outro. Por isso o cooperativismo é importante, assim como o Programa Cooperjovem. Educar também é cooperar e podemos aprender isso na escola. Então o Cooperjovem merece sim o Oscar da Educação. Imprensa Cocari.

Nenhum comentário:

Postar um comentário