Procure a matéria - Aqui

SLIDES

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Após atear fogo em colchão e confusão familiar homem é detido em Borrazópolis

Resultado de imagem para borrazopolis policiaEm uma única ocorrência, um homem foi detido na Rua Independência em Borrazópolis, por violência doméstica, ameça, dano, resistência a prisão, desacato, desobediência, lesão corporal e além de atear fogo em um colchão. O fato aconteceu às 14 horas, deste domingo (15).

O registro no boletim de ocorrências informa que uma Senhora, de 73 anos, relatou que seu enteado de nome José Guilhermino, de 32 anos, estaria a ameaçando, quebrando objetos e o muro da residência, além de ter ateado fogo em um colchão. No local a equipe fez contato com a mulher, que estava muito abalada e relatou que fez uma cirurgia delicada no coração a menos de 90 dias. A equipe notou que haviam diversos objetos quebrados pelo terreno, portas, móveis e parte do muro. A solicitante ainda relatava que o autor vem desde a data anterior brigando com sua amásia, onde ele a agrediu causando diversas lesões pelo rosto e que esta saiu do local durante a noite, mas também causou diversas lesões no autor como arranhados e escoriações. Afirmou ainda que ao atear fogo no colchão, este a ameaçava dizendo que a mataria e atearia fogo também. Onde ao avistar a equipe policial, o autor entrou em um cômodo da residência, de onde falava mal e ameaçava a equipe com um pedaço de madeira, dizendo que quem entrasse ele mataria com uma paulada na cabeça.

Após diversas tentativas de verbalização com o mesmo, que apresentava sinais de ter feito uso de entorpecentes, a equipe conseguiu aproximar do mesmo, que partiu para cima da equipe com socos, chutes e pauladas, sendo necessário o emprego de força moderada e técnicas de imobilização, que mesmo assim o autor ainda continuou a agredir a equipe com socos e chutes, o que resultou em escoriações nas mãos do autor, bem como na mão direita, ambos os braços e perna esquerda do soldado e na perna do outro soldado. No momento em que a equipe o imobilizava o autor ainda tentou por diversas vezes se apossar do fuzil que a equipe portava, sendo que foi necessário auxílio de populares para ajudar na contenção do mesmo. Após algemado este ainda tentou se evadir e ao ser contido, se jogou contra o muro da residência, derrubando mais uma parte deste. Ao ser colocado no compartimento de presos da viatura, ainda ameaçou o vizinho, que auxiliava a vítima, dizendo em tom de ameaça, você está sujo comigo, vamos nos acertar quando eu voltar.

A equipe então deslocou até o hospital municipal, para confecção de exames de lesão corporal. Posto isto, todas as partes foram encaminhadas até a 53ª DRP de Faxinal, para as providências cabíveis aos fatos. Que durante o trajeto, autor chutava o compartimento de presos, gritava ser bandido perigoso de Londrina e ameaçava dizendo que mataria os policiais.

Já na delegacia, foi constatado que os chutes desferidos pelo autor danificaram o mecanismo de abertura do compartimento de presos e após várias tentativas de abri-lo, não restando outra alternativa, este teve que ser arrombado com um pé de cabra, enquanto este ria e dizia que polícia tem que se f* mesmo e que para ele estava muito confortável lá dentro.

Enquanto era conduzido para a carceragem, o mesmo gritou na presença da equipe de plantão da polícia civil, que denunciaria os policiais na audiência de custódia e por isso amanhã mesmo estaria na rua e mataria os dois policiais da equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário