quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Renault Sandero: dicas de manutenção

Confira dicas para aprimorar o uso de seu automóvel e economizar a cada revisão
Ao ter um carro na garagem é sempre importante ficar de olho na manutenção. Aos poucos os veículos começam a dar sinais importantes para o motorista de que as coisas não vão bem. Mas, isso pode ser evitado, se o proprietário estiver sempre atento e realizar as manutenções corretamente.

No caso do Renault Sandero não é diferente. Apesar de ser um veículo que tradicionalmente demanda de pouca manutenção, tudo irá ocorrer bem se forem respeitados os prazos previstos no manual do veículo e se o motorista estiver atento aos sinais que o carro dá quando está apresentando problemas.

Ao buscar por modelos novos e carros usados à venda, o Renault Sandero figura entre os mais vendidos e, chama muita atenção dos clientes. Econômico, confortável e potente são os adjetivos mais usados para esse modelo que está no mercado ao longo dos anos.

Ao circular pelas ruas é possível perceber vários modelos e gerações do Renault Sandero em Curitiba. Isso é possível porque mesmo quando os carros vão ficando mais velhos, se os proprietários fazem a manutenção preventiva, a vida útil do carro aumenta consideravelmente já que cada vez mais os modelos são dotados de tecnologias mais avançadas.

Mas, afinal, como ter um Sandero usado na garagem e se prevenir de problemas mecânicos? Separamos aqui algumas dicas para você não descuidar da manutenção do seu Sandero e sem gastar muito dinheiro.




Clica no link abaixo e confira as cinco dicas da manutenção do Sandero


1. Cuidados com alinhamento
Com regularidade verifique a calibragem e as condições dos pneus. Faça também o rodízio dos pneus ao realizar o alinhamento e balanceamento. Com esses procedimentos você aumenta a vida útil da suspensão do veículo que sofre com maiores impactos se algum desses itens estiver fora da normalidade.
O balanceamento é fundamental para realizar os pneus e evitar possíveis trepidações no volante. Um carro balanceado tem uma frenagem distribuída entre os eixos e diminui o desgaste nos pneus.

2. Troque as pastilhas de freio
Para que seu automóvel tenha um sistema de frenagem perfeito é preciso fazer uma revisão desse item a cada 5 mil quilômetros rodados. Se por acaso o veículo estiver apresentando algum tipo de barulho durante a frenagem é possível que as pastilhas estejam com problemas ou que o veículo não tenha se adaptado com a peça, em caso de troca recente.

3. Cuidados com o para-brisas
Não existe dificuldade maior para um motorista do que dirigir em dias chuvosos sem o limpador de para-brisas. Parece uma simples dica, mas se a manutenção dos limpadores de para-brisas não for realizada periodicamente, em um momento de chuvas, você pode ficar parado na cidade ou estrada por não ter visibilidade para dirigir. Por isso, fique atento!

4. Revise a correia dentada
Esta peça é barata e de simples manutenção, porém se ela for esquecida, o prejuízo pode ser muito grande para o bolso do motorista. Em todas as revisões programadas, de 10 mil quilômetros rodados ou seis meses de uso do veículo, verifique as condições da correia dentada do seu Sandero. Ela é a ligação entre o eixo de comando das válvulas e o virabrequim do motor. Isso quer dizer que, se algum dente da correia quebrar, o seu motor pode travar e o seu veículo irá parar.

5. Verifique óleo, filtros e velas
Para o seu Sandero a cada cinco mil quilômetros você deve fazer a substituição do óleo do motor. Periodicamente você deve verificar o nível do óleo no reservatório do motor, caso o nível esteja baixo, é preciso verificar possíveis vazamentos e fazer a reposição até a indicação no reservatório.

Ao fazer a troca do óleo substitua também os filtros, para que o seu papel de impedir que sujeiras entupam a passagem de óleo para o motor seja realizado com eficiência. Durante as revisões programadas verifique as velas e faça sua substituição regularmente.



Na revisão não esqueça alguns itens

A revisão do veículo deve ser realizada periodicamente para aumentar a vida útil do carro. Mesmo não conhecendo tudo sobre mecânica, siga estas dicas e não esqueça de fazer uma inspeção nos seguintes itens:

Água: regularmente verifique o nível do reservatório de água. Mesmo nos modelos mais novos, acompanhe se o nível está no ponto ideal para evitar problemas de superaquecimento do motor. Lembre-se de não a tampa do reservatório quando o motor estiver quente, você poderá se queimar com o vapor da água. Ao completar a água, faça isso com o motor frio.
Óleo: semanalmente verifique o nível do óleo e se existem possíveis vazamentos. Após deixar o carro estacionado por um período de tempo verifique se no chão, debaixo do motor, não existem possíveis marcas de óleo que podem ser causadas por vazamentos.
Estepe: mensalmente calibre o seu pneu estepe, afinal você nunca sabe quando irá precisar utilizar este item. É sempre importante inspecionar se a falta de uso não está gerando problemas como baixa pressão de ar no pneu. Esteja sempre preparado!
Extintor: verifique a data de validade e se ele está funcionando corretamente. Em uma emergência com princípio de incêndio, por exemplo em um curto circuito, este item é muito importante.
Faróis: verifique se as lanternas dianteiras e traseiras estão funcionando perfeitamente, assim como o pisca alerta e as setas. Possíveis falhas no sistema de iluminação podem causar acidentes, além de multas e o motorista recebe pontos na carteira de habilitação.
Pneus: faça a calibragem dos pneus semanalmente. Use a quantidade de libras apontada pelo fabricante. Excesso ou falta de pressão podem acarretar no aumento de combustível e causar acidentes.
Freios: regularmente verifique os freios. No freio de mão fique atento ao nível do óleo. Nas pastilhas, qualquer barulho é um sinal de alerta para possíveis problemas. Se estiver sentido que o freio não está funcionando corretamente, faça uma inspeção.


Gostou deste artigo com dicas para manutenção do seu Renault Sandero? Então, que tal compartilhar com os seus amigos através das suas redes socais? Afinal, é sempre bom estar atento a manutenção do veículo para evitar acidentes e prejuízos no bolso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário