quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Saúde confirma 13 casos de sarampo no Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde informa que aumentou para 13 o total de casos confirmados de sarampo no Paraná. São quatro novos casos em relação à semana passada. Um é de Curitiba, dois de Maringá e um de Ponta Grossa, todos com faixa etária entre 20 e 29 anos. O informe publicado nesta quinta-feira indica ainda que 147 casos suspeitos de sarampo estão em investigação e um grupo de 20 pacientes já teve os exames negativos para a doença. Os municípios que tiveram pacientes com registros de sarampo confirmados são Campina Grande do Sul, Curitiba, Ponta Grossa, Maringá, Rolândia e Jacarezinho. 

Até o início do mês passado, o Paraná estava há 20 anos sem registro da doença. O sarampo é transmido por vírus por meio da respiração, fala, tosse e espirro. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele. A vacina para se prevenir contra a doença está disponível na rede pública de Saúde. A chamada “dose zero” deve ser aplicada em crianças entre seis e onze meses. A dose número um aos 12 meses de vida com a vacina tríplice viral, e a dose dois aos 15 meses com a vacina tetra viral. A população com até 29 anos deve receber duas doses da vacina. As pessoas que estão no grupo com idade entre 30 e 49 anos são consideradas vacinadas com apenas uma dose. 

Acima dos 50 anos a imunização é indicada somente nos casos de bloqueio vacinal, após a exposição a casos de suspeita da doença ou confirmados. Pessoas com baixa imunidade não devem se vacinar. Em caso de dúvidas, a orientação é ir ao posto de saúde com a carteira de vacinação em mãos. Confira Calendário Nacional de Vacinação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário