terça-feira, 22 de outubro de 2019

Paraná confirma mais 48 casos de dengue e três de zika

O boletim semanal da dengue divulgado nesta terça-feira confirmou mais 48 casos de dengue no Paraná e três casos de Zika Vírus, os primeiros do ciclo monitoramento iniciado em julho. Os casos de Zika foram contraídos em Foz do Iguaçu, cidade em que moram os três pacientes. A notificação foi realizada no mês passado e a confirmação aconteceu nesta semana. Os pacientes foram medicados e passam bem. O boletim da dengue envolve também o levantamento de casos de Zika e Chikingunya, doenças que também são transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. Na maioria dos casos a infecção por Zika Vírus acontece de forma leve, com febre que pode durar de 3 a 7 dias. O risco maior está em gestantes, que pois a transmissão do vírus para o feto pode desenvolver complicações. O secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, afirmou que o Estado vem capacitando profissionais para o manejo destas doenças, mas reforça que o combate ao mosquito é responsabilidade de toda a população. O informe semanal da Secretaria da Saúde totaliza ainda 730 casos confirmados de dengue no Paraná do final de julho até agora. O período de maior transmissão no Paraná começa agora, a partir da primavera, e se intensifica no verão. Dias quentes e úmidos favorecem a reprodução do mosquito, portanto, aumenta o alerta para o combate aos criadouros, que são ambientes com água parada em que os insetos se reproduzem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário