Procure a matéria - Aqui

SLIDES

quarta-feira, 18 de março de 2020

Vacina da gripe começa segunda-feira e a do sarampo é prorrogada

A Secretaria de Estado da Saúde inicia segunda-feira (23) a Campanha de Vacinação contra a Influenza 2020. A imunização, que costuma ser feita em abril, foi antecipada por conta da pandemia do coronavírus. A campanha segue até o dia 22 de maio, com o dia D de mobilização nacional marcado para 9 de maio.

O objetivo da antecipação da campanha é evitar o aumento de doenças respiratórias e a sobrecarga do sistema de saúde. 

A Secretaria da Saúde informa, ainda, que foi prorrogada a vacinação contra o sarampo. A imunização contra esta doença será concomitante com a vacinação contra a gripe, aproveitando a ida da população aos postos e unidades de saúde.


 GRIPE -    Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será em três fases, com grupos prioritários distintos. O primeiro grupo a receber vacina são os idosos, a partir de 60 anos e os profissionais da área da saúde.

A segunda fase inicia a partir do dia 16 de abril e abrangerá professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Já a terceira e última fase terá início no dia 9 de maio, abrangendo crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes; mulheres que tiveram parto recente (puérperas), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos, que neste ano também fazem parte do grupo prioritário.

 SARAMPO –    A prorrogação do prazo da vacinação contra o sarampo é estratégica e foi definida como forma de ampliar o acesso do público à imunização. O vírus que transmite a doença está presente no estado e precisa ser interrompida a circulação.

Entre 10 de fevereiro a 13 de março, a campanha nacional de imunização contra o sarampo foi dirigida ao público de 20 a 29 anos e neste momento será ampliando para 20 a 49 anos. O objetivo é atingir uma maior cobertura vacinal da população paranaense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário