Procure a matéria - Aqui

SLIDES

terça-feira, 9 de junho de 2020

Operação fiscaliza pesca ilegal no Rio Ivaí

O Instituto Água e Terra, IAT, promoveu uma operação de fiscalização no Rio Ivaí para combater a pesca ilegal durante o período de estiagem no Paraná. A ação contou com o apoio de técnicos dos escritórios regionais do instituto em Maringá, Cianorte, Umuarama, Campo Mourão e Foz de Iguaçu. Foram apreendidos material proibido de pesca e armas de caça. Desde o final do mês passado, o instituto restringiu a pesca em diferentes modalidades com o objetivo de proteger as espécies de peixes nos rios afetados pela seca. Durante quatro dias de fiscalização os técnicos apreenderam aproximadamente 1.300 metros de redes, 15 espinhéis, 20 anzóis de galho, 10 boias loucas, 3 molinetes e 2 espingardas. Foram lavradas duas notificações que poderão gerar autos de infrações. De acordo com o chefe regional do Instituto Água e Terra de Maringá e coordenador da operação, Antônio Carlos Moreto, a falta de consciência das pessoas quanto à gravidade da ausência de chuva no Estado ficou evidente na operação. O retorno da pesca será permitido quando for atingida a cota hídrica para dispersão de cardumes e navegabilidade. A operação aconteceu na semana passada ao longo do trajeto no Rio Ivaí, de São João do Ivaí, no Norte Central do Estado, até o município de Ivaté, no Noroeste. É permitida apenas a pesca artesanal praticada por pescadores filiados à colônia Z-17 de Porto Ubá, no trecho do Rio Ivaí demarcado em aproximadamente 110 quilômetros, entre a ponte da BR-369, que liga São Pedro a São João do Ivaí, até o Porto de Areia de Ivaiporã. Os fiscais do Instituto Água e Terra, das polícias Ambiental, Civil e Militar vão promover novas ações para reforçar a fiscalização e garantir que não ocorra descumprimento da portaria.

Com informações Agência Estadual de Notícias do Paraná.

Nenhum comentário:

Postar um comentário