Procure a matéria - Aqui

SLIDES

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Vacinação contra gripe é estendida até o final do mês no Paraná


Os paranaenses que pertencem ao público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe têm agora até o próximo dia 30 para procurar as unidades de Saúde em todo Estado e se imunizar. A medida pretende garantir a taxa de cobertura vacinal, especialmente para os grupos prioritários de crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas – até 45 dias após o parto – e adultos de 55 a 59 anos. A expectativa da Secretaria de Estado da Saúde é alcançar a meta de 90% de cobertura vacinal de todos os grupos prioritários preconizados pelo Ministério da Saúde. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o baixo número de cobertura vacinal em alguns grupos prioritários, além das orientações do Ministério, levaram a secretaria a optar por esta ampliação do período de imunização. A campanha atingiu 80% do público-alvo total no Estado, estimado em cerca de dois milhões e 800 mil pessoas. Ainda assim, o índice de cobertura vacinal em alguns grupos preocupa. Até o momento, a cobertura vacinal entre crianças de 6 meses a menores de 6 anos, por exemplo, é de apenas 48,5%. Nas gestantes, esse número é ainda menor, somente 43,85% tomaram a vacina contra a influenza; puérperas, 55,11%, e adultos entre 55 e a 59 anos foi de 41,53%. O público estabelecido para a campanha nas suas três fases abrange pessoas com idade igual e acima de 60 anos, trabalhadores da saúde, profissionais das forças de segurança e salvamento, pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos, sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motorista e cobrador de transporte coletivo, portuários, povos indígenas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas até 45 dias, adultos de 55 a 59 anos de idade e professores das escolas públicas e privadas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário