Procure a matéria - Aqui

SLIDES

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Deputado Cobra Repórter lembra que consulta pública sobre colégios cívico-militares é prorrogada


O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo, lembra que a secretaria estadual de Educação e do Esporte prorrogou até sexta-feira (30) a consulta pública que vai decidir sobre a migração de 216 escolas tradicionais para o modelo cívico-militar.

Vamos votar e vamos dizer sim ao novo modelo! O prazo maior permite que as escolas atinjam o quórum mínimo - mais da metade da comunidade escolar precisa registrar o voto”, disse o deputado Cobra Repórter. Das 216 escolas, 52 delas já alcançaram quórum mínimo, com maioria dos votos a favor do novo modelo.

Segundo o Governo do Estado, durante esta quinta e sexta-feira, as escolas continuarão com o processo de consulta pública. A comunidade escolar precisa ir presencialmente às instituições, entre 08h e 20h. O resultado total da votação será divulgado na sexta-feira (30).

Fazem parte da comunidade escolar professores, funcionários e pais de alunos matriculados na instituição. Caso o estudante seja maior de idade (18 anos), também participa da consulta. Para votar na consulta pública é necessário levar documento pessoal com foto e recomenda-se que cada pessoa leve sua própria caneta. Pais ou responsáveis votam de acordo com o número de estudantes matriculados sob sua tutela na escola, ou seja, uma mãe com três filhos pode votar até três vezes.

O modelo de escolas cívico-militares vai proporcionar mais aulas aos estudantes, aprimorando a qualidade do ensino. Além de questões curriculares, outra mudança é a gestão compartilhada entre civis e militares. De acordo com o programa, o diretor-geral e o diretor auxiliar permanecem sendo civis e as aulas continuam sendo ministradas por professores da rede estadual, enquanto o diretor cívico-militar será responsável pela infraestrutura, patrimônio, finanças, segurança, disciplina e atividades cívico-militares”, explicou o deputado.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário