Procure a matéria - Aqui

SLIDES

sábado, 5 de dezembro de 2020

Vereador "Di" de Borrazópolis, procurou justiça para reparar notícia falsa


O Repórter Berimbau da Rádio Nova Era, divulgou em seu blog que o vereador Valdinei Del Grande, o "Di", do PSL, registrou um boletim de ocorrência com denúncia crime de injúria, contra o morador Carlos Barbosa de Lima, o conhecido "Chaveirinho". Segundo informações, ele gravou um áudio chamando o vereador de "Falso" e tecendo outras acusações, dizendo que o vereador, no último pleito eleitoral, de 2020, havia abordada uma empresária e solicitado a ela, que votasse no candidato a prefeito Dalton Moreira, mesmo sendo da coligação de Wellington Jhonis. Também afirma que a tal empresária, foi quem confidenciou a informação para sua esposa Lourdes. No referido áudio, "Chaveirinho", se refere a pessoa de "Rose", e faz diversas acusações como: falso, traíra e outras. Também pede que "Rose" espalhe a informação para toda cidade e que, ele mesmo, iria divulgar para todos, porque estava decepcionado. O vereador Di, que terminou o pleito eleitoral como o mais votado da cidade, ao tomar conhecimento, pelas redes sociais, procurou a empresária e seu marido. O casal disse que não fez tal afirmação a esposa de "Chaveirinho" e que o fato é inverídico e jamais aconteceu. Inclusive, que, na empresa, eles se quer permitiram que candidatos de ambos os lados entrassem no local para pedir votos. Diante da constatação, Valdinei Del Grande, procurou a delegacia de Polícia e registrou o boletim de ocorrência. Também fez contato com seu advogado, o Dr, Alikan Zanotti, que moverá uma ação na justiça para reparação do dano. "O nosso cliente Valdinei Del Grande, foi reconhecido nas urnas pela comunidade. Se não me falha a memória, ele trouxe mais de 3 milhões em recursos para a cidade e fez um brilhante trabalho. Não podemos permitir que uma pessoa grave um áudio e saia por ai dizendo inverdades, manchando a imagem de um cidadão que fez um mandato excelente e fez sua campanha sem prejudicar a ninguém", disse o advogado. Nossa reportagem ligou para o conhecido "Chaveirinho". Ele disse que gravou o áudio após sua esposa relatar o fato e que ainda não foi notificado de nenhum processo. Também negou que tenha promovido injúria e que apenas fez uma narrativa.

Fonte: Blog do Berimbau

Nenhum comentário:

Postar um comentário